Tradutor

domingo, 20 de setembro de 2015

RENOVADOS PELO PODER DA ORAÇÃO

Esboço da mensagem ministrada em 19/09/2015

Tema: RENOVADOS PELO PODER DA ORAÇÃO
2 Cr 7.14
- A renovação é um processo transformador.

 “O Espírito Santo não flui através de MÉTODOS ele flui através de pessoas” – Edward M. Bounds (Ele não unge métodos, ele unge pessoas; pessoas de oração)
- A renovação IMPLANTA um NOVO TEMPO, e um NOVO RECOMEÇO.
- A renovação transforma e o poder estabelece.
- Não é poder político, nem economico, muito menos religioso, é poder delegado do alto (Lc 10.19).
- A renovação do Brasil tão inflamada nos discursos políticos só é possível pelo poder da oração.
- A renovação do Brasil não está nas mãos do governo está nos joelhos de uma igreja que ora.
- Se a igreja não está desempenhando o seu papel de “sal da terra” (Mt 5.13) e “Luz do mundo” (Mt 5.14), precisamos avaliar:

1)          A qualidade da nossa vida de oração. (Somos popular no céu? – Cl 4.12) – At 12.5
Prefiro ensinar 10 homens a orar, do que 1 a pregar”. “De joelhos o crente é invencível” – Spurgeon
“A maneira como um homem ora, mostra como ele é” – Aiden Wilson Tozer
- “A parte mais nobre do corpo não é a face, são os joelhos” - Pr. Cézar Carrijo
- Ás vezes gastamos horas a fio em frente ao espelho, e somos extremamente “economicos” na oração.
- Somos ofensivos ou inofensivos para o sistema do maligno? (Mt 16.18)
- O testemunho da rainha Mary da Inglaterra sobre as orações de John knox: “Eu temo mais as orações de John Knox do que um exército de10.000 homens contra nós” (1559). É dele a frase: “Ó Deus, dá me a Escócia, ou eu morro!”.

2) A origem e intensidade da nossa fé (Lc 17.6 [grão de mostarda] - 2 Co 13.5)
- Os maiores” ícones de oração” na bíblia e na história da igreja eram homens apegados à Palavra de Deus. (Sl 119.147 – “Levanto-me antes do amanhecer e clamo [oro]; aguardo tuas palavras com esperança”)
A Palavra não é “um meio” de revelação entre outros meios; é um elemento necessário em todas as formas de Revelação”.
- Se quisermos ter uma vida de oração autêntica, é preciso urgentemente voltarmos para a PALAVRA.
- Pedido de oração feito por um velho obreiro em meio à lágrimas: Preciso de oração! Pois não suporto mais ouvir “histórias da bíblia”, no lugar da ministração da Palavra. (Personagens bíblica na sala das “autópsias”)
- A linha de declínio da fé é evidente (Mt 24.10 – “Muitos abandonarão a fé”: Pouca Palavra, Pouca Oração, Pouco Poder, Pouca Renovação, Pouca Vitória, Pouca Santificação = Muitas necessidades.
·        Lc 18.8 – “Jesus vai encontrar Fé na terra”?
Se ele voltasse hoje: Encontraria mais de 10 mil religiões (Fonte: Gospel Prime).
- O que difere um SUPERSTICIOSO de um HOMEM DE FÉ é a ORIGEM DA SUA FÉ. - Jo 7.38 – Não é suficiente crer, é preciso crer em Jesus “como diz” as Escrituras.
- É preciso voltarmos à Palavra para vivermos os “alpes” da renovação produzida pelo poder da oração.
- Não podemos ser “anãos” na fé, enquanto os “giganges da incredulidade” caminham com liberdade plena. A fé não vem dos sentimentos, vem de ouvir a Palavra de Cristo (Rm 10.17)
- Temos fé para TER (Lc 12.15) ou temos fé para SER (Jo 15.7 – “Se permanecerdes em mim, e as minhas palavras permanecerem em vós, pedi o que quiserdes, e vos será concedido”?
·                   Tg 1.22 – Aqueles que são renovados pelo poder da oração, seguramente são praticantes da Palavra e não apenas ouvintes.
Deus não se contenta apenas com intenções – Pr. Alvaro Sanches (13/01/2015)
·                   1 Ts 5.17 – “Orai sem cessar

3) O que é prioridade em nossa vida de oração (Tg 4.3)
- A oração tem a prerrogativa de nos transportar do ordinário para o extraordinário; do natural para o espiritual (At 1.14; At 2)
- Enquanto pensarmos nas coisas da terra somente, viveremos a visão da terra. Mas se priorizarmos as “coisas do alto” (Cl 3.2), vamos “desaparecer” da terra e vamos nos encontrar “escondidos” com Cristo em Deus (Cl 3.3; Ef 2.6).
- Considerar a oração apenas como um diálogo com Deus, é um ato “quase” profano. Oração é uma proposta de intimidade (Sl 25.14) e compartilhamento de segredos entre Deus e aquele que ora (Jr 33.3).
- Ninguém na terra teve o que Salomão recebeu. Porque? (Rm 2.11) - a) Ninguém havia pedido o que ele pediu: Sabedoria e conhecimento. b) Ninguém havia ainda oferecido o que ele ofereceu: (2 Cr 1.6 – 1.000 holocaustos) (2 Cr 7.5 – Ele ofereceu 22 mil bois, 120 mil ovelhas) c) Ninguém havia orado como ele orou (2 Cr 6.12-42).
- O declínio espiritual de Salomão foi marcado pela “estiagem” na vida de oração (Ec 2.24 – “Comer e beber”) promovida pela busca do entretenimento e diversão. Mas já na velhice (visualizando a morte) ele tem sua vida renovada por Deus, e testemunha concluindo: “Aqui está a conclusão: Teme a Deus e obedece aos seus mandamentos, porque este é o propósito de todo homem”. (Ec 12.13).

O poder da oração promove 03 coisas
a)          COMUNICAÇÃO COM O CÉU (2 Cr 7.15 – “Os meus olhos estarão abertos e os meus ouvidos atentos à oração que se fizer neste lugar”)
b)          PERDÃO DOS PECADOS (Sl 51.17 – “Sacrifício aceitável para Deus é o Espírito quebrantado; ó Deus, tu não desprezarás o coração quebrantado e arrependido”) – Cria o ambiente favorável
c)          SOLUÇÕES NA TERRA (Jó 42.10 – “E depois que Jó intercedeu pelos seus amigos o Senhor o livrou e lhe deu o dobro do que possuía antes”)
- Jó teve sua vida renovada, "reconstruída" pelo poder da oração. (Este é o maior segredo de Jó, era sua vida de oração.)

·                   Jó 42.7,8 – “O Senhor disse a Elifaz […] vai até o meu servo Jó, levai 7 novilhos, 7 carneiros para o sacrifício, e o meu servo Jó intercederá por vós, pois certamente o aceitarei, para que eu não retribua a vossa ignorância”.
                                                                        Pr. Cézar Carrijo

Mensagem ministrada em 19/09/2015. Festividades do Círculo de Oração
ADMMP Elim - Uberlândia MG




O plano de Deus vai até o final. Deus te abençoe e guarde.

sábado, 19 de setembro de 2015

Esboço da mensagem: COM AS MÃOS NO ARADO BUSCANDO APTIDÃO PARA O REINO DE DEUS_Festividades Jd. Botânico

mao_ao_arado_poster-r60fa3f7b3e2e47a19b8ed744cfd3d26f_i5vg3_8byvr_1024.jpg (1104×1104)Tema: COM AS MÃOS NO ARADO, BUSCANDO APTIDÃO PARA O REINO DE DEUS
Lc 9.62



εἶπεν δὲ πρὸς αὐτὸν ὁ Ἰησοῦς· οὐδεὶς ἐπιβαλὼν τὴν χεῖρα ἐπ’ ἄροτρον καὶ βλέπων εἰς τὰ ὀπίσω εὔθετος ἐστιν τῇ βασιλείᾳτοῦ θεοῦ.
- O que é o Reino de Deus?
É um reino de governo Teocrático (e não democrático), extremamente Cristocêntrico, antagônico ao espírito Antropocêntrico.
 Rm 14.17 – Não é um reino de comida, nem bebida mas, de JUSTIÇA, PAZ e ALEGRIA no Espírito Santo.
 Lc 17.20 – “Este reino não vem com aparência exterior”.
 Lc 17.21 – Este reino quebra a “lei da física” que discursa “dois corpos” não podem ocupar o mesmo lugar no mesmo intervalo de tempo: “Pois o reino de Deus está entre vós”. Não é um reino para EXPECTADORES mas é um reino para ADORADORES.
- Expectador vive de espetáculo (transitório) mas adorador vive o compromisso, pois se “alimenta” daquilo que é permanente.
 Hb 12.28 – “Por isso, recebendo um reino inabalável, sejamosagradecidos e, dessa forma, adoremos a Deus de forma que lhe seja agradável (não segundo a nossa preferência), com reverência e temor”.
 Mt 6.33 – O Senhor manda que busquemos este reino com PRIORIDADE.
 Lc 18.29,30 – Quem deixar casa, mulher, irmãos, pais, filhos por amor a este reino receberá 100 vezes mais no presente e na era vindoura a Vida Eterna (Com perseguições – Mc 10.30).
- Este “detalhe” tem feito muitas pessoas soltarem as mãos do arado; e outros abandonarem o arado (2 Tm 3.12 – “Todos os que querem viver piedosamente em Cristo, sofrerão perseguições”. (Sl 34.19)
 Jo 18.36 – “Este reino não é deste mundo”. Não se submete aos padrões deste mundo.
 Mt 5.20 – Para entrar neste reino é preciso ter um padrão de justiça superior aos melhores religiosos.
 Cl 1.13 – Este reino revela o mais estrondoso resgate: “Ele nos tirou do domínio das trevas e nos transportou para o reino de seu Filho amado”.
 1 Co 4.20 – “Não é um reino de Palavras (Ideologias, filosofias) mas sim, um Reino de Poder.
 1 Co 6.9,10 – Não são herdeiros deste reino: “IMORAIS, IDÓLATRAS, ADÚLTEROS, HOMOSSEXUAIS (Passivo ou ativo), LADRÕES, AVARENTOS, BÊBADOS, CALUNIADORES NEM FRAUDADORES”.  1 Co 6.11 – SÓ PRA LEMBRAR! “Alguns de nós éramos assim: A BOA NOTÍCIA (Boas novas do Evangelho): “Fomos lavados, santificados e justificados em nome do Senhor Jesus Cristo e no Espírito Santo do nosso Deus”.
 Quem põe a mão no arado não pode olhar para trás. Aqueles que colocaram e mantêm as mãos no arado viverão, se alimentarão, e projetarão por Fé (Hb 10.38). E se ele recuar (tirar as mãos do arado) diz Deus: A minha alma não terá prazer nele”.
- Não é suficiente começar bem; é preciso ir até o final.
- Não é suficiente lutar; o prêmio “aguarda” aquele que luta segundo as regras (2 Tm 2.5)
O Capítulo 9 – Capítulo da decepção de Jesus
 Lc 9.1 – Ele deu aos apóstolos poder e autoridade sobre TODOS os demonios (e não apenas alguns) e poder para curar doenças.
- Lc 9.40 – Eles não puderam libertar um menino endemoniado.
 Lc 9.16 – Jesus dera um exemplo de compaixão ao alimentar 5.000 pessoas
- Lc 9.46 – Eles discutiam quem era o maior entre eles
- Lc 9.54 – Os apóstolos queriam “incendiar” os samaritanos.
Manter as mãos no arado nos torna aptos para o Reino de Deus: Este é um gesto de RENUNCIA.
 Lc 9.23 – “Se alguém quiser vir após mim, negue a si mesmo, tome CADA DIA (e não ocasionalmente) A SUA CRUZ E SIGA-ME”.

1. MANTER AS MÃOS NO ARADO É UM ATO DE FÉ.
 Lc 9.41 – Os discípulos faziam parte de uma geração incrédula e supersticiosa (religiosa). Estaria a “nossa geração” demonstrando um comportamento diferente?
- Vivemos em uma geração que precisa urgentemente “buscar o poder prometido” (At 1.8).
 Lc 9.42 – O diabo quis intimidar a Jesus, jogando o menino ao chão. Mas Jesus repreendeu o demônio, curou o menino, o entregou ao Pai, e “avisou”: o próximo “round” é na cruz (Cl 2.15).
 2 Tm 4.7,8 – Nem a MORTE foi suficiente forte para fazer o apóstolo Paulo “largar” o arado: Combati o bom combate, a acabei a carreira, e guardei a fé. Desde agora a coroa da justiça me está reservada […]”

2. MANTER AS MÃOS NO ARADO É UM ATO DE AMOR
 1 Jo 3.14 – “O “sinal” de que passamos da morte para a vida, é amar os irmãos. Quem não ama permanece na morte”. Não é apto para o Reino de Deus, é desqualificado.
 Mt 5.44 – “Amai os vossos inimigos e orai pelos que vos perseguem”. Ainda dá pra manter as mãos no arado?
- O amor não compete, o amor coopera.

3. MANTER AS MÃOS NO ARADO É UM ATO DE DISCIPLINA
- A disciplina é construída sob os “auspícios” da PERSEVERANÇA (Hb 10.36).
 Lc 9.57 – O escriba (Mt 8.19) desistiu do reino de Deus, pois teria que negar a si mesmo, abrindo mão do conforto de um lar.
 Lc 9.59 – Um “outro”, chamado especificadamente de “discípulo” (Mt 8.21), foi rejeitado; pois utilizou como “desculpa”, a FAMÍLIA.
 Lc 9.61 – Um outro “terceiro”, era voluntário e também foi rejeitado.
- Não está faltando “voluntários”. As mãos no arado, não é tarefa para “voluntários”.
- É “MISSÃO” para COMPROMETIDOS.
- O “coração dividido” nos deixa DESCOMPROMETIDOS.
 Lc 17.32 – “Lembrai-vos da mulher de Ló” (Gn 19.26) – Ela olhou para trás. Ela soltou as mãos do arado.
 Lc 9.62 – Não olhe para trás! (Decepções, incompreensões, injustiças). Mantenha as mãos no arado. “Fiel é Deus” (1 Co 10.13)

Mensagem ministrada em 18/09/2015 _ Festividades do Círculo de Oração _ ADMMP Jardim Botânico - Uberlândia MG - Pr. Cézar Carrijo

O plano de Deus vai até o final. Deus te abençoe e guarde.

Assembleia de Deus "Ministério Missão aos Povos"

Assembleia de Deus "Ministério Missão aos Povos"

Pr. Cézar Carrijo e Missª Gláucia Carrijo

Pr. Cézar Carrijo e Missª Gláucia Carrijo

Mensagens populares

Me esforço para parecer com Jesus