Tradutor

sábado, 29 de janeiro de 2011

DERRUBANDO MURALHAS (PARTE 01)_Pr. Cézar Carrijo

Tema: DERRUBANDO MURALHAS (Parte 01)


Hb 11.30

Muralha: (Aurélio) É um muro que guarnece uma fortaleza

Jericó: (hb. Yareach – sua lua / Gr. Hiericho – Lugar de fragâncias)

»» Jericó possuía em abundância, bálsamo, mel, cedro, mirobálamo e outros produtos. “Quem quer estas especiarias para sua vida?” Então derrube as muralhas.

»» Jericó é conhecida como “cidade das palmeiras” (Dt 34.3).

»» Jericó 30 km à nordeste de Jerusalém. (BEP)

»» Jericó possuía uma área de 32 km2. (BEP).

• Js 6.26 – Josué amaldiçoou quem reedificasse a Jericó.

• 1 Rs 16.34 – Hiel, o betelita, resolveu testar a qualidade da palavra de Josué. Quando pôs os fundamentos de Jericó, Abirão seu filho primogénito morreu. Quando colocou as portas, o mais novo: Serugue morreu. O tempo não conseguiu anular “a voz do homem de Deus” (500 anos de intervalo, a palavra de Deus na boca do homem de Deus não perde a validade) – Reinado de Acabe

• 2 Rs 2.5 – Escola de profetas, no tempo de Elias e Eliseu.

• Lc 10.30 – Homem que descia de Jerusalém para Jericó, e caiu nas mãos dos salteadores.

• Lc 18.41,42 – Jesus curou Bartimeu chegando em Jericó e Mc 10.41 Jesus saia (Jericó nova e a velha). “Salvo pela Fé”.

• Lc 19.9 – Jesus anuncia salvação na casa de Zaqueu. (Ef 2.8 – Pela graça sois salvos, mediante a Fé)

Mas Jericó tinha uma muralha intransponível (9 m de altura, por 6 m de largura) Fonte: BEP

»» É impossível conquistar a Terra Prometida, sem antes derrubar as muralhas. (Não dá para “ignorar” os problemas).

»» Deus não nos deixa só diante das muralhas (Js 5.14 e Mt 28.20b)

»» Ex 23.20 (Teofania) – O Anjo iria adiante (Direcção); O Anjo guardaria (Protecção); O Anjo levaria ao lugar preparado (Garantia).

»» Vencer Jericó era uma necessidade. (Batalha dos deuses). Pois ela era invencível (Js 6.1 – Estava fechada) - (nem o Egipto conseguia conquistar Jericó) – Mas Jó 42.2 e Lc 1.37 têm a resposta para Jericó.



O referencial da vitória do povo de Deus é a FÉ (Hb 11.30) – A arca ia no “meio” (Homens armados, sacerdotes com trombetas, ARCA e o povo) – Eles “CERCAVAM” a cidade (Js 6.3).



1. DEFINIÇÃO (Fé é o produto mais “concentrado” conhecido na terra)

• Hb 11.1 – Certeza daquilo que espera, e convicção de factos que se não vêem.

• 1 Co 13.13 – Uma das 3 verdades teologais. (Descoberta quando Paulo disse ter “deixado de ser menino” – A sua Fé havia “amadurecido”.

• Ml 4.2 / Mt 2.1 – Revela que a Fé suporta o “teste das evidências” (Gn 15.13 – O povo saiu do Egipto após mais de 400 anos – Ex 12.40,41). (Ml 4.5,6 – Lc 1.17,57 e 3.2). O “Elias” da restauração familiar. Família restaurada.

• Rm 10.17 – A Fé vem pela pregação. E a pregação pela Palavra de Cristo (RA) – A pregação é o “canal”.



2. A FÉ GERA “REFERENCIAL” PARA OUTROS (Galeria dos heróis da fé – Hb 11)

• Hb 11.2 – Os antigos obtiveram bom testemunho, mesmo sem ter obtido as promessas; mas pela fé (Hb 11.13), viram de longe, as saudaram e confessaram serem peregrinos.

• Rm 4.20 – Se fortaleciam “dando glórias a Deus”.

• Hb 11.16 – Aguardam uma pátria superior, e uma cidade preparada (Ap 21).



3. A FÉ, É O MEIO “LÓGICO” PARA ACREDITARMOS NO IMPOSSÍVEL, NO IMPROVÁVEL, NO MILAGRE E NO SOBRENATURAL (Hb 11.3)

Lógica: (Aurélio) Conjunto de regras e princípios que orientam, implícita ou explicitamente, o desenvolvimento de uma argumentação ou de um raciocínio, a resolução de um problema.

»» Mt 17.20 – Os discípulos aprenderam que precisam da fé, para expulsar demónios (analogia: Montes passe para acolá)

»» Lc 17.6 – Para perdoar precisa da Fé (Analogia: Amoreira precipita te no mar).

• Hb 11.4 – Abel recebeu testemunho de justo e aprovação diante de Deus (Muralha da religiosidade de troca derrubada).

• Hb 11.5 – Enoque obteve testemunho de haver agradado a Deus (Gn 5.24) – Mundanismo vencido (1 Jo 2.17). O que faz a vontade de Deus permanece para sempre.

• Hb 11.6 – Quem se aproxima de Deus, é necessário crer que Ele existe e é galardoador dos que o buscam. (Muralha da dúvida) – Hb 4.16

• Hb 11.7 – Noé, construiu uma arca para salvação de sua família, e herdou o “Título de Herdeiro dá Justiça que vem da Fé. (Muralha que impede nossas casas de servir a Deus)

• Hb 11.8 – Abraão obedeceu para ir à terra que receberia como herança, sem saber aonde ia.

»» Derruba a muralha da auto-suficiência (Passa a ser dependente exclusivamente de Deus)

»» Derruba a muralha da “estabilidade terrena” (troca o “ter” pelo “ser”)

»» Derruba a muralha da Esterilidade (A FÉ é mais forte do que as evidências físicas e genéticas) - Gláucia

»» Hb 11.19 - Derruba a muralha da incredulidade [Gn 18.14 – Acaso, para o Senhor há coisa demasiadamente difícil?] (pois acreditava que o Deus que prometera uma aliança com Isaque [Gn 17.19], era poderoso para ressuscitá-lo ainda das cinzas. (Contexto remoto de -Gn 22.8)



As muralhas cairão por causa da Fé

• Tg 5.14, 15 – A unção e a oração com Fé salvará o enfermo.

• Mt 7.8 – O que pede recebe; o que busca encontra; e, ao que bate, se abre. (RC – Portugal)

“ A FÉ COMEÇA PEQUENA, MAS SEU RESULTADO É GRANDE” (Lc 13.19)”.

“Jesus usou a figura de um grão de mostarda, para implantar Fé no quotidiano das pessoas”.



»»» Base da promessa / Obediência / Perseverança  (parte 02/03/4)

Mensagem ministrada na 3ª noite da Campanha DERRUBANDO MURALHAS (28/01/2011)
Igreja Evangélica Assembléia de Deus "Missões aos povos" - Congregação Agualva-Cacém (Portugal)
Contacto: 92 589 7597



O plano de Deus vai até o final. Deus te abençoe e guarde.

29012011_Jesus te surpreenderá_Pr. Cézar Carrijo



O plano de Deus vai até o final. Deus te abençoe e guarde.

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

04012011_Altar clonado_Pr. Cézar Carrijo.mpg



O plano de Deus vai até o final. Deus te abençoe e guarde.

TEMPO DA PROMESSA_Pr. Cézar Carrijo


Tema: TEMPO DA PROMESSA


At 7.17

»» Estima-se que a bíblia possui mais de 8.000 promessas.

• Jó 42.2 - A promessa é produzida pela soberania de Deus, por isso infalível.

»» As promessas são resultantes da vontade soberana de Deus (Gn 15.1). Uma boa escolha por parte de Abraão levou-o a ser alvo de uma promessa grandiosa de Deus. “Depois destes acontecimentos…”

• Js 21.45 – Nenhuma promessa falhou… tudo se cumpriu.

• Sl 119.162 – Alegro-me nas tuas promessas…

• At 1.4 – Esperar o cumprimento da promessa…

• 2 Co 1.20 – Jesus é o “sim” das promessas de Deus.



As 3 fases no tempo da promessa (Ec 3.1)

1. TEMPO INICIAL

» Quando Deus “verbaliza” seu propósito (intenção) para connosco. (Gn 15.1-6).

» Quando dá “detalhes” (Gn 15.13) – 400 anos no Egipto.

» Gera alegria (Gn 21.5) – Isaque nasce após 25 anos de espera (Riso)

» Gera FÉ (Gn 15.6) – Imputada por justiça.



2. TEMPO OPERACIONAL

» Tempo da “olaria” (Jr 18.2); De fazer “tijolos” mesmo sem palha. Tempo da caverna de Adulão (justiça do povo).

» Tempo de “vidraças” (onde nossa vida se torna objecto de desejo de “pedras” em mãos de garotos)

» Tempo onde o Egipto se torna desconfortável (mundo cheira mal)

• Crescimento e multiplicação (quantitativo e qualitativo)

» Aumenta as lutas, aumenta as vitórias

» Aumenta as perseguições, aumenta os livramentos

» Aumenta a pressão, aumenta a comunhão.

» Aumenta a “cobrança” mas aumenta a Fé, que gera confiança.

• Esvaziamento do “EU”

• Período onde Deus cria coisas novas:

» Um libertador (At 7.20) “Formoso aos olhos de Deus”

» Uma expectativa (Terra que mana leite e mel)

» Rio Nilo, Palácio, Deserto, Retorno ao Egipto, e Saída vitoriosa rumo a Terra Prometida. (Sequência) – Ex 3.8

(O tempo operacional é um “tempo de riscos”, precisa militar segundo as regras (2 Tm 2.5).

»» Moisés ficou pelo deserto por causa da desobediência (Nm [Bemidbar] 20.10-12). Viveu até o “quase”, mas teve que se contentar em apenas contemplar a terra.

»» Nm 14.34 – 40 anos para morrer no deserto.

»» Dt 28.2 e 13 – A promessa é condicionada à obediência.

“O garoto quando entra é admitido na escola aprende o ABCD, o crente quando entra na igreja aprende OBDC” (Nionor Machado Carrijo, 1980)



3. TEMPO FINAL

» Quando vemos, vivemos e tomamos posse da promessa.

• As “cicatrizes” são “troféus particulares” de vitória (Gl 6.17).

• O galardão é fruto de “viver com excelência” todas as fases do tempo da promessa, sem retroceder (Jó 13.15).

• Hb 10.36 – Necessitamos de “perseverança” para alcançarmos a promessa. (Ap 2.10b)

CONCLUSÃO

» O diferencial das pessoas que tomam posse da promessa está em não retroceder jamais (Hb 10.39). Pois lutam pela conservação da alma.

• 1 Co 15.50 – Carne e sangue não herdam o Reino de Deus. Conserve a alma

• 2 Tm 4.7,8 – Combati o bom combate, completei a carreira, guardei a fé. Já agora a COROA da JUSTIÇA, me está guardada, a qual o Senhor, recto juiz, me dará naquele Dia; e não somente a mim, mas também a todos quantos amam a sua vinda.

Mensagem ministrada em 02/01/2011_ AD missões aos povos - Portugal
Sede: Tapada das Mercês
O plano de Deus vai até o final. Deus te abençoe e guarde.

Assembleia de Deus "Ministério Missão aos Povos"

Assembleia de Deus "Ministério Missão aos Povos"

Pr. Cézar Carrijo e Missª Gláucia Carrijo

Pr. Cézar Carrijo e Missª Gláucia Carrijo

Mensagens populares

Me esforço para parecer com Jesus